terça-feira, 30 de junho de 2009

Analisando "Problema"

Um belo sábado, passei o dia na casa de uma amiga conversando sobre várias coisas e entre um papo e outro começamos a abordar o tema “Problema”, assunto que está em minha mente até hoje. Citamos várias passagens de nossas vidas, demos exemplos já vividos e começamos a classificar o tamanho dos problemas.
Não é uma classificação com medição em escala Richter e coisa e tal, mas é que às vezes um pequeno problema vira um enorme problema de acordo com o modo que escolhemos pra resolver, ou então ser apenas um acontecimento do dia a dia e a pessoa fazer disso um problema e até comparado a problema de outras pessoas, vimos que em vista dos nossos problemas as pessoas não tem nada e ficam acabadas por pequenas situações, do mesmo modo que também por mais que nós analisemos nossos problemas, sabemos que ele ainda pode piorar e que tem sim muita gente numa situação pior que a gente e assim vai... nossa, postando até tive a idéia que daria uma peça de teatro esse tema. Reuniria todas minhas amigas para um bate papo que viraria tal encenação de comédia e terror ao mesmo tempo.
Depois que casei amadureci muito, absorvi muitas responsabilidades sem saber se daria conta ou não, mas acho que ta dando certo... Responsabilidades essas que vieram junto com um monte de problemas, amadureci na marra, e ainda posso dizer que estou amadurecendo e vi que casamento não é apenas um mar de rosas, e comecei a entender alguns comentários que me faziam antes de casar, mas sempre penso que vai melhorar e logo penso nos comentários positivos que também fizeram sobre o casamento antes de eu casar. O começo do meu casamento poderia ser melhor se não tivesse caído sobre nós (eu e o marido) tantos acontecimentos ruins (vou explicar tais acontecimentos nos próximos posts).
E hoje posso dizer que sofremos sim, mas isso nos fortaleceu, nos uniu, pessoas mostraram quem realmente são, abrindo nossos olhos para o mundo e saber bem pra quem a porta da nossa casa está aberta... amigos presentes, parentes que sumiram, enfim...
... me lembro um dia (antes de acontecer todo esse bafafá) que eu estava sentada na cozinha e estava triste por não sobrar dinheiro no final do mês pra eu poder juntar e realizar um sonho - fazer um cruzeiro marítimo - que eu não estava feliz trabalhando onde eu estava, sem registro, sem ser na minha área e com vendedores tentando tirar minhas comissões, porém conseguimos Graças a Deus todos esses meses pagar nossas contas em dia e hoje vejo que por tudo que nós passamos eu estava triste de bobeira eu realmente não conhecia o que era um problema... estava triste talvez por vaidade ou por medo de não conseguir realizar esse sonho e que ainda hoje não tenho previsão de quando vou conseguir realizar.

Fico triste quando vejo alguma amiga comentar uma briga que teve com o marido e vejo como as pessoas brigam pelo nada... fico triste... muito triste!!!

Mas o tamanho do meu problema é enorme, mas eu tento encarar como pequeno.
E você, qual o tamanho dos seus problemas????
Bom, espero que este post tenha sido compreendido...
Um super beijo e fiquem com Deus.
Grazy... :)

5 comentários:

  1. Uma vez me ensinaram a pegar um problema enorme e "quebrar" em pequenos pedacinhos. Aí vc vai resolvendo os pedacinhos e, qdo perceber, resolveu aquele problemão enorme todo.
    Qto ao seu sonho, não desista. Às vezes as coisas demoram pra chegar mesmo, mas é que Deus está caprichando, sabe assim?
    Não perca a fé.
    Um beijo!!

    ResponderExcluir
  2. Filosofando parte 1
    A parte da encenação com comédia e terror se eu fosse convidada tenho certeza que iria chorar com o caso de todo mundo
    A parte que vc fala que amadureceu na marra, eu interpreto que tem muito da sua força de vontade aí.... “você deseja esse amadurecimento” como está tudo muito complicado (adversidades contratempos, coisas que não estava no contrato nem nas entrelinhas) vc tá amadurecendo na marra.... Os comentários estão nas pessoas que não se abriram o suficiente, na verdade não se abriram nem sequer para esse pequeno questionamento seu (estou amadurecendo??) Tem gente que prefere apenas reclamar do casamento ao olhar e refletir balanceando se esta melhor ou pior, e como lingua num tem osso....
    A parte das pessoas mostrar quem são, as mascaras caindo é a piorrrrr, acho que todo mundo passa por isso neh.... Tente pensar em seleção natural e o casamento como divisor de águas das amizades sinceras, já eu posso dizer com propriedade que a nossa amizade se solidificou depois que eu ma casei?? Concorda? E fora que a aprtir de agora so vai em casa quem a gente ama de verdade! Isso me engrandece

    Sobre o sonho... quanto mais difícil, mais valor!!!! Vai por mim!

    ResponderExcluir
  3. Filosofando parte 2 (o amanhã que nunca acaba) nem o coment é suficiente afffffffff

    Sobre a briga, lembra a minha cara qdo vc me contou que vcs brigaram em natal??? Porque é que foi mesmo??? E diante de toda a pompa do casamento valeu a pena???? E hoje diante de tudo que aconteceu, valeu a pena???? Me questiono isso (valer a pena aquela briga daqui a 1 ano) e o motivo simplesmente some, porque o AMOR é maior....

    Amiga, eu não acho seu problema pequeno..... mas acho que Jesus é imensamente maior que ele.... nós ainda vamos rir disso comendo brigadeiro (FATO)

    Posso deixar uma pergunta no ar? Se te contassem que os primeiros 8 meses seriam exatamente assim.... tu casaria neh?

    Minha opinião: sua vida de casada supera infinitamente a sua juventude solteira !!!! Qual a sua opinião?

    AMO-TE

    ResponderExcluir
  4. Hmm Amiga realmente vc amadureceu muito como eu tambem! O bom é conseguir passar por dificuldades juntos e vitoriosos!!!

    Mil beijos pra ti!!!=^.^=

    ResponderExcluir
  5. Flor, passando pra te desejar um bom fim de semana.
    Um beijo!!

    ResponderExcluir