quarta-feira, 8 de abril de 2009

Os Contras do Casamento!!!!!

Como qualquer situação existe os Prós e os Contras... e no meu casamento não seria diferente...
Interrompi a postagem dos preparativos do meu casamento para postar uma situação que estamos vivendo no momento. Claro que preferia ficar postando sobre o casamento pois esta parte me faz muito feliz... me faz relembrar ótimas passagens, momentos únicos e que se Deus quiser não irão se apagar facilmente. Porém, ontem visitei dois blogs de amigas do blog anterior e vi que elas estavam desabafando sobre problemas pós casamento e então decidi postar o meu problema para tal análise.
Conheci meu marido em maio de 2003 e em maio mesmo começamos a namorar e nunca mais nos largamos, lógico tivemos brigas, briguinhas, mas nunca terminamos o namoro pra depois voltar... minha sogra sempre morou muito longe morou um tempo em Goiânia, depois Anápolis, depois Niquelândia e no final de 2003 ela marcou de vir pra Santos visitar a família. Ela foi pra rodoviária com a passagem na mão, mas não pegou o ônibus, ficou sentada a madrugada toda num banquinho da rodovária, parada dizendo estar vendo policiais matando sua família toda... Um casal reparou que ela não saía de lá, abordou-a, pediram um telefone dela e ligaram para uma irmã de Anápolis (onde ela morava na época) e pediram o endereço que eles levariam ela de volta pra casa (Deus enviou pessoas boas pra ajudarem ela). Nesse meio tempo meu marido estava esperando ela na rodoviária de Santos que à essa altura o ônibus já tinha chegado e ele viu que ela não tinha vindo e começou a ficar desesperado até ter noticias dela sabendo que estava bem em ksa... em questão de dois ou três dias o marido foi até lá ver o que acontecia e a trouxe para passar a virada de ano com a família em Santos. Conheci minha sogra e sabia que ela não estava bem. Não sabíamos o que ela tinha, tinha mania de perseguição e ela reclamava de fortes dores, levamos para fazer exames e não constava nada, era problema de cabeça mesmo, foi constatado que ela tem depressão e agora eu vejo que síndrome do pânico também.
E assim se passaram todos esses anos assim: ela vinha uma vez por ano, nunca melhorava, sempre queria ficar deitada, a família só falando em arrumar um modo de ajudar, porém ela não queria ficar aqui para fazer tratamento, pois tinha um marido lá em GO e então ficava dificil ajudar... eu sempre dizia que independente do marido lá, eles como família tinham que amarrar ela aqui e fazer o tratamento pra ela ficar boa e assim ela poderia viver com o cara lá.
Resumindo: Depois do nosso casamento, ela piorou de uma tal forma que ele teve que ir pra lá as pressas buscar ela e trazer pra cá, pq ela já estava inconsciente.
Conclusão: Ela está morando com a gente!
Fé em Deus!
beijinhos,
Grazy... :)

4 comentários:

  1. rsss... amiga sei que é dureza esse papo de sogra viu!!! E olha que vcs nem tiveram tempo de curtir sua nova experiência direito!
    Não aguentaria minha sogra comigo não...
    Já moramos próximos e ela fica lá, mas é um tal de aparecer sem avisar e vc ter que parar de fazer tudo pra dar atenção, afff...

    Boa sorte e saude a ela, beijoooo =^.^=

    ResponderExcluir
  2. Oie amiga passei pra te dar um beijo e desejar uma ótima semana

    beijokas

    ResponderExcluir
  3. Grazy eu já conversei muito com vc por msn. Essa sua situação não é nada fácil, vcs casaram a tão pouco tempo, precisam acertar os seus ponteiros no mesmo rítmo e passando por uma prova de fogo como esta. Sei que é fácil falar, mas, aguenta firme, faça todo possível, tenha fé em Deus e esteja ao lado do seu marido, pq. casamento é isso, não é somente festas e brindes, mas família, aborrecimentos, falta de grana, doenças, enfim tudo que a vida de adulto reserva. Tudo isso está fazendo vc amadurecer, crescer e se preparar para o mundo, pq. ele não é fácil. Nunca perca a fé, vc é filha de Deus e ele não te dá uma cruz maior do que possa carregar. Estei sempre aqui! Te adoro viu!

    ResponderExcluir
  4. MIga passei pra te desejar uma ótima semana

    beijokas

    ResponderExcluir